Blog
Tecnova

Publicado em: sexta, 19 de julho de 2019 às 18:22

A reciclagem no ciclo de produção do aço

A reciclagem no ciclo de produção do aço

Uma das maiores questões sobre meio ambiente é o melhor destino aos produtos de consumo após o término de sua vida útil. No ciclo de produção do aço essa preocupação é tão antiga quanto o processo de produção industrial. A boa notícia é que o ferro e o aço são 100% recicláveis sem que haja prejuízo de qualidade do novo material. Tanto isso é verdade que as siderúrgicas fazem uso da sucata no processo de produção. Com isso, a cada 1.000 quilos de sucata reaproveitada gera uma economia de 1.140 quilos de minério de ferro, 154 quilos de carvão e a redução de 70% do consumo de água. Hoje, 30% da produção mundial do aço é alimentada pela sucata proveniente da reciclagem.

Processo de produção do aço

O minério de ferro carregado nos altos-fornos das siderúrgicas possui, em sua composição, de 2 a 5% de carbono e recebe a denominação de ferro-gusa. É necessário que o ferro-gusa seja purificado com a injeção de gás oxigênio a uma temperatura de 1200 graus no interior do alto-forno. O carbono então se desprende reduzindo sua participação para 0,2 a 1% e, combinado com a eliminação de impurezas é obtido o aço comum. A esse processo é acrescido em cerca de 20% de sucata proveniente da reciclagem. Nas siderúrgicas semi-integradas, também conhecidas como mini-mills a sucata de aço é a principal matéria prima. Na soma dos dois processos é que se chega a participação de 30% de material reciclado na produção total de aço no mundo todo.

Participação do aço em nossas vidas

A necessidade de reciclagem do aço está diretamente relacionada com a presença cada vez maior em praticamente tudo o que usamos em nosso dia-a-dia, como veículos, utensílios domésticos, embalagens, entre outros. A participação do aço é de 56% do peso de um carro, 55% do peso de uma geladeira e 75% do peso de um fogão. Por conta disso, sua produção cresceu 5,7% em 2017. A China, naquele período, foi responsável por 832 milhões de toneladas do metal.

Principais fontes da sucata de aço

A sucata de aço é proveniente de várias fontes. Uma delas é Programa Nacional de Renovação da Frota de Caminhões que visa a troca de veículos com mais de 30 anos de circulação por novos. O veículo velho entra em processo de desmanche e suas peças de aço abastecem as fundições e siderúrgicas.

Outro processo semelhante é recolhimento de eletrodomésticos, geladeiras e fogões antigos no momento que um cliente opta pela compra de um produto similar novo.

A construção civil também participa com um peso muito grande na produção de sucata de aço. As demolições de construções antigas para dar lugar a novos projetos são uma das principais fontes de material para reciclagem.

Outra fonte de sucata são as latas que, por ano, soma o montante de 250 mil toneladas do metal para reciclagem. Hoje existem mais de 3 mil empresas, no Brasil, que recolhem material metálico proveniente de residências e empresas. 

Além de estar presente em vários produtos que usamos todos os dias, é uma matéria prima que pode ser 100% reciclada sem perdas de propriedades. Sua reciclagem, conforme vimos, participa na conservação do meio ambiente diminuindo a necessidade de extração de minério e menor consumo de energia e água necessários na produção. Por sua importância, o aço, no Brasil, tem até um dia comemorativo; 9 de abril.

Entrar em contato